Início > Uncategorized > Estudar inglês é igual fazer academia!

Estudar inglês é igual fazer academia!

Sim, ambos são semelhantes.

Quando você decide ir a academia deve ter listado seus motivos e definido seus objetivos, a partir daí é traçado um plano para que o mesmo seja executado com sucesso. O instrutor te auxilia, mas os resultados dependem do seu metabolismo e de você.

1. Não adianta ir a academia de vez em nunca.
2. Não adianta ir a academia todos os dias. O efeito não aparece e você só vai se cansar.
3. Não adianta ir a academia e já querer pegar pesado se você é iniciante ou está muito tempo parado, tem que seguir o seu ritmo, são fases.
4. Não adianta ir a academia e não ter uma dieta balanceada.
5. Você não vai ficar forte ou magro da noite pro dia.
6. Ir a academia deve ser algo contínuo e de longo prazo, ser imediatista só faz você perder tempo e dinheiro.

Vamos passar tudo isso para o estudo de uma outra língua?

Quando você decide estudar inglês deve ter listado seus motivos e definido seus objetivos, a partir daí é traçado um plano para que o mesmo seja executado com sucesso. O professor te auxilia, mas os resultados dependem do seu desenvolvimento e de você.

1. Não adianta estudar inglês de vez em nunca.
2. Não adianta ter aula de inglês todos os dias. Seu cérebro precisa de tempo para absorver o conteúdo.
3. Não adianta estudar inglês e já querer pegar pesado se você é iniciante ou está muito tempo parado, tem que seguir o seu ritmo, são fases.
4. Não adianta estudar inglês e não fazer o homework diariamente.
5. Você não vai falar inglês da noite pro dia.
6. Estudar inglês deve ser algo contínuo e de longo prazo, ser imediatista só faz você perder tempo e dinheiro.

Organize-se, estude e tenha muito sucesso no aprendizado de linguas e nas suas atividades físicas!

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Erika
    27 de janeiro de 2012 às 1:57 pm

    Adorei o texto! Até indiquei o link para alguns amigos! boa sorte!

  2. 1 de fevereiro de 2012 às 6:41 pm

    Você esqueceu de mencionar que o cérebro, que é onde o aprendizado e as informações se processam, também é um músculo, e como tal, também “atrofia” com a “falta de uso”. No mais, muito boa a analogia. Parabéns!

  3. 1 de fevereiro de 2012 às 9:45 pm

    Tatiana! Vou compartilhar, muito coerente e atual sua comparação! Prá dizer a verdade, uso esse exemplo em sala, mas vindo de outras fontes, vc sabe,a tem ainda impacto. Abraços e parabéns. Keep up the good work!

  4. 30 de agosto de 2012 às 7:58 pm

    adorei o texto, postei no mural do face para os meus alunos, ok? parabéns 😀

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s